escrevendinho: sentar no fundo significa outra coisa pra mim

Hoje escrevo sobre algo que, sinceramente, me embaraça e eu nem sei ao certo porque. Sou daquelas pessoas que se sentam no fundo, e todo mundo imagina que por ser do fundo sou da bagunça, de poder e gostar de dispersar da aula, do assunto, do que quer que que esteja acontecendo, sem ser notada. Bem, posso dizer que, no fundo, só o que me interessa é não ser notada.c5104521b3719ebc70d2ee44ba785193

Acontece que me sinto desconfortável no meio de muitas pessoas, sempre, busco uma forma de sair do centro. Por exemplo: na sala de aula, busco o lugar na ultima fileira de preferencia no canto, mesmo que eu não enxergue muito bem o quadro ou os slides, é o lugar que mais gosto, ali posso olhar tudo e todos e dificilmente serei observada sem que eu perceba, portanto não serei observada. Na balada, os cantos ou pilastras são meus lugares favoritos, minhas costas colam na parede e ali eu dançava cercada das amigas de confiança que costumavam ir comigo nesses lugares quando eu ainda me sentia atraída por eles. Na praça, não atravesso o meio da praça sozinha, qualquer praça. Na minha casa, nenhuma novidade, os cantos também são os locais que me localizo quando não posso simplesmente escapar do ambiente, quando posso escapo pro meu quarto. Mesmo em determinado ambiente familiar que tenha muitas pessoas que eu gosto e confio, pelo fato de serem muitas costumo ficar assim, pelos cantos, e calada. Na verdade passo muito tempo calada.

Carrego comigo nesses lugares uma sensação de deslocamento, não sou dali, sei disso, acho que as pessoas sabem disso, tenho medo de alguém chegar, apontar e dizer “Cai fora, todo mundo sabe que você não pertence a esse lugar. Some.” Isso, me apavora. Mas até ai, tudo bem por mim, é estranhamente “natural” esse meu medo. Acontece que me incomoda e deixa de ter essa aparência natural quando percebo que me sinto assim com a minha família, na minha casa. Ou então relaxo de algum modo entre minhas amigas ou com a família do meu namorado, ai sim, minha cabeça da rodopios e só consigo sentir culpa. Eu não sei o que tem de errado comigo, mas sei que isso não esta certo. Não pode estar? Certo? Eu cresci com eles, por que tenho vontade de fugir? E quando estou só quero a companhia deles. Não da pra entender. O que tem de errado? Espero que não tenha algo errado, eu me esforço. Sentar no fundo tem outro significado para mim.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s