escrevendinho: faculdade

Depois de vários minutos olhado para a tela do computador decidi sobre o que falar. Adoro meu curso, tinha tudo pra ser ótimo, pra eu continuar tão realizada quanto no primeiro semestre, mas não. O negócio é bizarro. Não funciona.

Busco me focar naquilo que prometi a mim mesma quando avisei minha família que iria fazer a prova do vestibular para história, eu seria boa nisso, eles teriam orgulho de mim.

Bem, estou terminando o segundo ano, não sou boa em nada e poderia jurar que sei menos coisas do que quando entrei na faculdade. Sou grata por ter aprendido coisas no estagio, tipo, o tipo de pessoa que não quero ser. E só agradeço pelo projeto na arqueologia que estou participando, onde estou aprendendo coisas que eu nem imaginaria que infelizmente a bolsa acaba esse mês. Mas meu desanimo tem uma fonte infinita, são coisas tipo: de zero perspectivas de sair de casa, de comprar um carro, de viajar ou de comprar qualquer coisa.

573934a6b0d645bc959e1736d2a8d716

Mas não é só essa falta de perspectiva financeira, o problema é também como as coisas funcionam na realidade. Ter acesso a projetos, ICs ou mesmo um estágio é bastante complicado. E ainda tenho a dificuldade de gostar de um tema que o professor que trabalha com ele e, que ainda me inspira algum interesse pelo curso, pela história,  não vai mais estar circulando pelos corredores nos próximos anos, nenhum outro professor toparia o tema. Ou, ainda,  gostar de outro tema e não ter acesso a uma outra professora, por esquemas internos do departamento que impedem que alguns professores deem aula em determinados turnos. E principalmente o problema é comigo, que tenho outra ideia, mas duvido da minha capacidade para realizar.

2ab57ed555a5213b8e1a8100abb73c8b

Alguém deveria avisar que academia, antes de qualquer coisa, é fonte de frustração. qual a sua impressão? Solução? Experiência com a faculdade ou com a escola?

Anúncios

2 comentários sobre “escrevendinho: faculdade

  1. Mi (na intimidade, mesmo uahsu), eu sinto exatamente o mesmo!
    Aaa como a academia é falha e desanimadora! Sabe, eu tranquei o curso, porque definitivamente não tinha mais motivações para me engajar. Ainda assim, fico muito triste quando vejo que sei tão pouco, depois de tudo! Tudo bem, passei por vários problemas nesses dois anos mas, não sei, sabe?!… Entretanto, dentro desse sistema, gosto de ter acesso ao ensino superior e por isso vou tentar outra coisa. Fiz a inscrição no PROVAR, que não é certo e, se não rolar, em 2017 eu volto pra história, mas tento o vestibular de qualquer forma.
    Essas são as expectativas/planejamentos que eu tô tentando fazer, que não resolvem nada ainda, mas colocam na materialidade isso de “há tempo, tente outra vez se achar” (:(

    Curtir

    • Eu estava me perguntando mesmo se você tinha trancado Lari (ta permitido ser íntima mesmo). É impressionante como idealizamos a faculdade, o mundo, o ser e se tornar adulto. Apesar de toda a frustração não consigo largar a faculdade sabe, eu gosto da história, não consigo me imaginar fazendo outra coisa. Mas é péssimo ver e saber que nada é o que supostamente deveria ser dentro da academia. Minhas expectativas eram muito altas.
      Mas é isso aí, não dá pra parar ou seremos engolidas. O importante é se manter em movimento.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s